Consultoria em Gestão Organizacional

A Basso's & Associados através do seu quadro de consultores associados, oferece o serviço de consultoria, acompanhados ou não de treinamento para realização, implantação e implementação das seguintes abordagens ou técnicas:

Auditoria nas Contas do Condomínio

O que é Auditoria nas Contas do Condomínio?

É um processo utilizado para comprovar as conformidades das contas do condomínio relacionadas aos aspectos administrativos, contábeis e fiscais.

Por Que fazer a Auditoria nas Contas do Condomínio?

Para fornecer aos condôminos um parecer sobre o andamento das contas do condomínio quanto à gestão administrativa, contábil e fiscal. Além disso, serve de apoio aos conselheiros para a aprovação das pastas, bem como dá segurança aos condôminos para a aprovação das contas do exercício.

Como é feita a Auditoria nas Contas do Condomínio?

Os critérios metodológicos para uma auditoria em condomínio devem levar em consideração os fatores da previsão orçamentária, cumprimento da previsão aprovada e a prestação de contas destas despesas e recebimentos. Impossível falar-se apenas e tão somente de contas com valores comprovadamente pagos e lançados, mas sim em atender as deliberações tomadas pela maioria. Portanto, o critério metodológico passa principalmente pela análise de condução administrativa.

Modelo da Auditoria nas Contas do Condomínio

A auditoria nas contas do condomínio é composta, principalmente, das seguintes partes:

  • Primeira Parte: Análise de Lançamentos, realizada para evidenciar a conformidade dos lançamentos, comprovantes e das conciliações.
  • Segunda Parte: Análise Fiscal, realizada para evidenciar a conformidade das questões fiscais e legais, envolvendo civil, trabalhista e previdenciária.
  • Terceira Parte: Análise Contábil, realizada para evidenciar a regularidade dos relatórios, balancetes e montagem das pastas.
  • Quarta Parte: Relatório Geral, onde constam todas as análises realizadas, as conclusões e as recomendações.
  • Quinta Parte: Apresentação do Relatório, onde o auditor irá explicar os detalhes da auditoria realizada, orientando para eventuais correções de práticas não recomendadas.

Operacionalização da Auditoria nas Contas do Condomínio

A operacionalização da auditoria nas contas do condomínio é feita conforme demonstrado no Mapa do Processo.

Diagnóstico Organizacional

Projeto de elaboração de diagnóstico organizacional envolvendo os aspectos humanos, de processos, das estratégias e da tecnologia, considerando-se todas as partes interessadas pertinentes. Normalmente, este tipo de Projeto contempla ações de capacitação das pessoas envolvidas diretamente na elaboração do mesmo e, se necessário, também das pessoas afetadas pelo mesmo. A gestão deste Projeto é feita utilizando-se a metodologia do PMI (abrangente) ou do PDCA (simplificada).

Edifício e Condomínio

Projeto de preparação, orientação e ou assessoria para adequar a administração dos edifícios e condomínios de práticas modernas de gestão empresarial e condominial, assegurando a qualidade do serviço prestado e a minimização dos custos. Normalmente, este tipo de Projeto contempla ações de capacitação das pessoas envolvidas diretamente na implantação do mesmo e, se necessário, também das pessoas afetadas pelo mesmo. A gestão deste Projeto é feita utilizando-se a metodologia do PMI (abrangente) ou do PDCA (simplificada).

Estudo de Benchmarking

Projeto de elaboração de alguns tipos de estudos de benchmarking, envolvendo as fases de definição, estruturação, troca, análise e proposição. Normalmente, este tipo de Projeto contempla ações de capacitação das pessoas envolvidas diretamente na elaboração do mesmo e, se necessário, também das pessoas afetadas pelo mesmo. A gestão deste Projeto é feita utilizando-se a metodologia do PMI (abrangente) ou do PDCA (simplificada).

Gestão de Mudança

Projeto de preparação da organização para a implantação de novas abordagens organizacionais na gestão do negócio, processos e pessoas. O foco principal passa a ser a quebra de paradigmas das mudanças, envolvendo, principalmente a capacidade de percepção e de reação das pessoas e da organização. Este Projeto abre as portas e prepara o caminho para novos e desafiadores Projetos. Normalmente, este tipo de Projeto contempla ações de capacitação das pessoas envolvidas diretamente na implantação do mesmo e, se necessário, também das pessoas afetadas pelo mesmo. A gestão deste Projeto é feita utilizando-se a metodologia do PMI (abrangente) ou do PDCA (simplificada).

Gestão de Processo

Projeto de implantação do gerenciamento e melhoria de processos administrativos, baseado na metodologia GMP (Basso's) ou outra, de forma a eliminar as perdas, dimensionar o tempo necessário, determinar o custo e a quantidade de pessoas necessárias para a execução do processo otimizado (dimensionamento da mão-de-obra administrativa). Normalmente, este tipo de Projeto contempla ações de capacitação das pessoas envolvidas diretamente na implantação do mesmo e, se necessário, também das pessoas afetadas pelo mesmo. A gestão deste Projeto é feita utilizando-se a metodologia do PMI (abrangente) ou do PDCA (simplificada).

Gestão de Projeto

Projeto de implantação do gerenciamento de projetos, baseado na metodologia do PMI ou outra, de forma a otimizar o uso de recursos, reduzir os prazos de execução, atender aos requisitos do cliente do projeto e manter o foco no escopo do projeto. Normalmente, este tipo de Projeto contempla ações de capacitação das pessoas envolvidas diretamente na implantação do mesmo e, se necessário, também das pessoas afetadas pelo mesmo. A gestão deste Projeto é feita utilizando-se a metodologia do PMI (abrangente) ou do PDCA (simplificada).

Gestão Empresarial

Projeto de reestruturação da organização baseado na metodologia de Gestão Empresarial Total (GET) que utiliza uma abordagem sistêmica, conceitual, prática e congruente com os critérios de excelência do PNQ e também de outras iniciativas e práticas avançadas de gestão. Neste tipo de Projeto são trabalhados os três principais pilares da organização: negócio, processos e pessoas, além do pilar tecnologia. Normalmente, este tipo de Projeto contempla ações de capacitação das pessoas envolvidas diretamente na implantação do mesmo e, se necessário, também das pessoas afetadas pelo mesmo. A gestão deste Projeto é feita utilizando-se a metodologia do PMI (abrangente) ou do PDCA (simplificada).

Governança Corporativa

Projeto de implantação das novas regras de gestão baseadas na governança corporativa, considerando-se as legislações nacionais e internacionais vigentes e que regulam principalmente o direito societário, os conselhos de administração, o combate às fraudes e as práticas de auditoria. Normalmente, este tipo de Projeto contempla ações de capacitação das pessoas envolvidas diretamente na implantação do mesmo e, se necessário, também das pessoas afetadas pelo mesmo. A gestão deste Projeto é feita utilizando-se a metodologia do PMI (abrangente) ou do PDCA (simplificada).

Organização e Método

Projeto de implantação e ou adequação das práticas administrativas baseadas em fundamentos de sistemas, organização e métodos (antigo O&M), ajustando-as às modernas práticas de gestão de processos, de modo que se possa agregar valor ao negócio. Normalmente, este tipo de Projeto contempla ações de capacitação das pessoas envolvidas diretamente na implantação do mesmo e, se necessário, também das pessoas afetadas pelo mesmo. A gestão deste Projeto é feita utilizando-se a metodologia do PMI (abrangente) ou do PDCA (simplificada).

Pesquisa de Satisfação e Preferência

O que é a Pesquisa?

É uma pesquisa quali-quantitativa realizada para avaliar o grau de satisfação dos condôminos em relação aos serviços prestados pelo condomínio (Passado), bem como identificar as preferências dos condôminos em relação aos serviços disponíveis ou a serem oferecidos (Futuro).

Por que fazer a Pesquisa?

Para conhecer, em detalhes e através do método científico, o que os condôminos querem (preferência) e como eles avaliam os serviços prestados (satisfação), de modo a servir de base para as ações corretivas, preventivas e de melhoria, envolvendo ou não investimentos.

Como é feita a Pesquisa?

A partir de um formulário padrão desenvolvido pela Consultoria, são feitos os ajustes das questões pré-definidas, incluindo e ou excluindo as necessárias, de modo a se ter uma pesquisa com o perfil do condomínio. Validadas as questões da pesquisa, a mesma é aplicada através de formulário digital onde os condôminos responderão as questões qualitativas e quantitativas. Posteriormente serão analisadas, com o uso da estatística, as respostas e elaborado um Relatório Geral constando os resultados da pesquisa e as conclusões e recomendações da Consultoria.

Modelo da Pesquisa

O modelo referência da pesquisa é composta de cinco partes:

  • Primeira Parte: Cadastro do Condômino, com questões importantes, mas que não expõe o condômino a qualquer tipo de identificação ou constrangimento.
  • Segunda Parte: Pesquisa de Satisfação, para avaliar o nível de satisfação do condômino relativo às questões apresentadas e sinalizar o grau de importância dado à cada questão.
  • Terceira Parte: Comentários Espontâneos, no qual os condôminos poderão expressar, por escrito, elogios, críticas e sugestões.
  • Quarta Parte: Pesquisa de Preferência, que identificará a preferência do condômino em relação aos serviços e ou produtos já disponíveis, bem como os que poderão ser disponibilizados.
  • Quinta Parte: Consulta Livre, onde o condomínio quer saber a opinião do condômino sobre alguns assuntos relevantes de interesse, e que necessitam de ação imediata do grupo diretivo.

Operacionalização da Pesquisa

A operacionalização da pesquisa é feita conforme demonstrado no Mapa do Processo

Planejamento Estratégico do Condomínio

O que é o Planejamento Estratégico?

É um processo de refletir, analisar e colocar no papel as informações relevantes do condomínio de modo que se possa fazer as melhores escolhas que orientarão as ações estratégicas e operacionais do grupo diretivo.

Por que fazer o Planejamento Estratégico?

Para fazer as melhores escolhas em termos de serviços oferecidos e, como consequência, melhor uso do dinheiro do condômino, bem como antever situações críticas que poderão colocar em risco a gestão do condomínio.

Como é feito o Planejamento Estratégico?

A partir de uma metodologia científica desenvolvida pela Consultoria, são feitas as coletas e análises de dados de modo a se chegar às conclusões, posicionamentos e definições de diretrizes, objetivos e planos de ação, realizado à distância entre a consultoria e o grupo diretivo do condomínio.

Modelo do Planejamento Estratégico

O planejamento é composto, principalmente, das seguintes partes:

  • Primeira Parte: Alinhamento Conceitual, realizado à distância entre a consultoria e o grupo diretivo para se estabelecer uma linguagem comum.
  • Segunda Parte: Análises Estratégicas, considera aquelas coletas e análises essenciais e necessárias para elaboração do plano estratégico.
  • Terceira Parte: Identidade do Condomínio, formata os principais elementos da identidade do condomínio de modo a servir de referência para as escolhas estratégicas.
  • Quarta Parte: Plano Estratégico, o qual concentra todo o planejamento estratégico do condomínio, partindo das diretrizes até seleção dos objetivos relevantes.
  • Quinta Parte: Plano de Ação, o qual desdobra, no nível necessário, as ações a serem tomadas para a implantação do plano estratégico do condomínio.

Operacionalização do Planejamento Estratégico

A operacionalização do planejamento é feita conforme demonstrado no Mapa do Processo

Redução de Custos em Condomínio

O que é Análise para Redução de Custos?

É um processo utilizado para identificar as oportunidades de redução de custos em todos os tipos de contas do condomínio, usando as técnicas convencionais bem como as técnicas não convencionais baseadas na análise do valor.

Por que fazer a Análise para Redução de Custos?

Sendo o condomínio uma fonte de geração de gastos, os mesmos devem ser combatidos e controlados continuamente. Embora seja uma preocupação inerente aos gestores do condomínio, nem sempre esta prática é pautada por análises científicas, levando a reduzir custos onde não deve e não reduzir custos onde deve.

Como é feita a Análise para Redução de Custos?

A partir do plano de contas do condomínio e das suas respectivas necessidades (funções) são aplicadas técnicas convencionais e não convencionais, chegando-se a um equilíbrio entre o gasto existente e a sua contribuição para o condomínio. No relatório final são apresentados onde reduzir e quanto reduzir, de modo a não afetar o bom funcionamento do condomínio.

Modelo da Análise para Redução de Custos

O análise para a redução de custos é composta, principalmente, das seguintes partes:

  • Primeira Parte: Análise das Contas, realizada partir dos dados fornecidos pelo condomínio, de forma estratificada e detalhada por elementos.
  • Segunda Parte: Análise Funcional, realizada para identificar a importância dada, pelos condôminos, a cada elemento da conta.
  • Terceira Parte: Análise do Valor, realizada para identificar, de forma não convencional, onde estão as oportunidades de redução de custos.
  • Quarta Parte: Apresentação da Análise, onde os gestores do condomínio tomarão contato com as análise realizadas e visualizarão que custos e deles deve ser reduzido
  • Quinta Parte: Plano de Ação, o qual desdobra, no nível necessário, as ações a serem tomadas para a redução harmoniosa dos custos do condomínio.

Operacionalização da Análise para Redução de Custos

A operacionalização da análise para redução de custos é feita conforme demonstrado no Mapa do Processo.

Preencha seus dados através do formulário abaixo que entraremos em contato com mais informações.

 

Preencha seus dados através do formulário abaixo que entraremos em contato com mais informações.